Páginas

Blog literário criado em 29/08/2008, na cidade de Blumenau-SC.


5 de set de 2008

O Brasil vai invadir os Estados Unidos

Não sou especialista em política internacional, alias não entendo nada deste assunto, mas algumas noticias vindas de Brasília (BSB) me levam a acreditar piamente que o Brasil esta preparando um ataque contra as terras do Tio Sam. O Presidente comprou um avião novo e o mesmo será batizado como Santos Dumont. Tenho lido e ouvido muitos debates sobre a necessidade e até sobre a oportunidade da compra de tal aparelho. Não dou bola para estas questões, até deveria, pois faço parte da massa que vai pagar a conta, mas tudo bem. O que me chamou a atenção no “SD”, como estou ajudando a pagar a conta, me sinto intimo do aparelho e, portanto para mim ele é apenas SD. Voltamos ao que me chamou a atenção, e foram duas características. Não foi o fato do presidente ter que diminuir a sua comitiva de agora em diante, já que o SD só pode levar no máximo 55 pessoas, abrindo mão de grande parte do séqüito que costuma o acompanhar. O que me chamou de verdade a atenção foi o sistema antimíssil e o sistema de comunicações que podem torna-lo em centro de comando, em caso de guerra.
Mas não é o SD isoladamente, ele chega acompanhado de outras noticias, que juntas formam um cenário perigosíssimo para os lados do Tio Sam. O Inglês foi abolido como língua de domínio necessário para ingressar no Instituto Barão do Rio Branco. O nosso Ministro das Relações Exteriores em recente pronunciamento internacional utilizou o idioma da terra de Dom Quixote, ignorando solenemente o de Shakespeare. Se for assim, por que não o faz no nosso bom português homenageando Camões e Saramago? Outros sinais estão vindo de BSB. O Brasil tem se afastado do grande satã do norte e procurado liderar os mais pobres, do que nós. Falar em ALCA e aproximação com os do lado de cima de equador tem dado urticária nos gabinetes governamentais de BSB.
Eu me recolho na minha insignificância e fico tentando imaginar onde tudo isto pode nos levar e de repente me veio na lembrança um filme que assisti quando criança. Uma comédia meio pastelão denominada de O RATO QUE RUGE. Não lembro bem do filme, mas lembro que era uma monarquia, onde os mandatários para saírem da pindaíba enviaram uma declaração de guerra ao Tio Sam. A lógica era simples, entrar em guerra com a superpotência e perder, assim como houve com os vencidos na Segunda Guerra Mundial, os vencedores aplicariam um plano de desenvolvimento e o tal pais administrado por pseudogovernantes sairia bem da empreitada.
Acontece que nas terras do Tio Sam, o burocrata de plantão que recebeu a ameaça, simplesmente a ignorou e não restou outra saída, e o USA teve de ser invadido. Não é que o incompetente do GENERAL encarregado de invadir as terras do “Uncle” foi lá e venceu, pois roubou uma bomba atômica. A situação toda era muito cômica. Bem semelhante ao que vemos vindo de BSB. Pelo andar da carruagem, logo teremos um novo rato que vai rugir e vai rugir muito alto. Te cuida “Uncle Sam”, pois reizinhos e incompetentes BSB esta cheia. Tanto que não perdoaram nem o nosso pai da aviação. Santos Dumont não merecia isto!

Paulo Roberto Bornhofen
Escritor e Poeta

0 comentários: